Todos os músculos do corpo podem ser fortalecidos através de um programa de treinamento muscular, porém, no caso dos músculos do assoalho pélvico é preciso saber identificá-los antes de iniciar os exercícios. Um meio fácil para testá-los é tentar impedir o fluxo urinário (esfíncter uretral) durante a micção, porém esse exercício somente deve ser realizado para identificar os músculos não como uma atividade física constante.

Os exercícios devem se iniciados na posição deitada, depois sentada evoluindo para a postura em pé, conforme o treinamento e a facilidade para o paciente executá-los.

Para treinar as fibras musculares do assoalho pélvico são necessários várias repetições em diferentes tempos de contração.

Primeira série de 10 contrações (contrai bem forte (força máxima) por 1 segundo e relaxa por 3 segundos).

Segunda série de 10 contrações (contrai mantendo por 3 segundos e depois relaxa 9 segundos).

Terceira série de 10 contrações (faça 5 contrações mantendo por 6 segundos e depois relaxa 6 segundos, depois faça mais 5 contrações segurando por 1 segundo e relaxando por 3 segundos), repetir essa seguência três vezes ao dia.

Os exercícios tem como finalidade a recuperação do reflexo perineal, ausente ou diminuído, bem como, o ganho da força, resistência e coordenação muscular do assoalho pélvico.